WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


DEPUTADA FÁTIMA NUNES DIZ: FICA COM ILHÉUS.

Deputada Fátima Nunes

A deputada estadual Fátima Nunes (PT), integrante da Comissão de Especial de Assuntos Territoriais e Emancipação criada pela Assembleia Legislativa para debater e analisar a nova política de limites entre municípios baianos, disse que defende o sentimento de “pertencimento” para definir com quem deva ficar a disputa territorial entre Ilhéus e Itabuna.

“Não será um equipamento ou a vontade de alguém que definirá isso. Quem é ilheense quer continuar ilheense e minha decisão enquanto parlamentar é pela garantia de que a área em questão deva ficar com Ilhéus”, disse nesta terça (26), ao participar do Programa Alerta Geral, da Rádio Santa Cruz AM.

Fátima Nunes disse estar surpresa com este novo caminho de conflito que começa a tomar conta das duas cidades. “Existiam regiões da Bahia onde o clima era bem pior. Nem ouvíamos falar desta disputa entre Ilhéus e Itabuna”, afirmou. Ele disse que tem conversado com o deputado Gilberto Santana a respeito de seu posicionamento favorável à divisão para Itabuna.

“Essas decisões não podem representar a nossa vontade. Somos representantes da região e temos que nos posicionar de acordo com o pensamento daqueles que nos elegeram. Dividir não me parece o melhor caminho”, afirmou.

4 respostas para “DEPUTADA FÁTIMA NUNES DIZ: FICA COM ILHÉUS.”

  • nildo conselho says:

    Guy Valério

    Quero parabenizar a Deputada Fátima Nunes, por sua atuação e consideração pelo povo da nossa querida Ilhéus, fico feliz em saber que uma deputada que não é de nossa cidade está preocupada com o povo. pois foi bem votada aqui em Ilhéus, ainda bem que as pessoas que votaram nela não perderam o voto.
    fico triste por não ter participado da equipe de campanha em Ilhéus, fui convidado mas por outros motivos não fui.
    Quero parabenizar também a EDNEI MENDONÇA(da DIREC ), que trouxe está deputada para nossa região.

    Nildo Oliveira

  • Jorge Luiz Araújo dos Anjos says:

    Louvavél a opinião da Deputada, porém, o mais adequado seria a substituição da frase ” sentimento de pertencimento” por ” obediência a legalidade”.
    A nossa Constituição é clara em relação a questão do cumprimento da lei. Os Parlamentares, como figuras públicas, precisam demonstrar através de atos e palavras, que sabem o significado de “Constituição.

    Já imaginaram se esse tal de “Sentimento de Pertencimento” for levado em conta em algumas regiôes com com sentimentos separatistas? iriamos ter uma guerra civil.

  • guto says:

    Guy, parabéns a nobre deputada que em retribuição aos votos daqui, tomou e tornou público o seu desejo em fazer justiça ao que é devidamente justo.”Tomou as dores por Ilhéus” Conte com meu voto nas próximas eleições.Infelizmente votei na “Outra”. Agora pensando em nos defender, pergunto, aonde anda a deputada sorridente que teve uma imensa votação da sua cidade, não se pronunciou até agora? Até parece aquele macaco: CEGO, MUDO E SURDO.
    É infelizmente o mandato dessa deputada Ângela Souza é única e exclusivamente para a sua própria família, Ilhéus sempre dá azar não sabe eleger deputados daqui.

  • guto says:

    Gostaria de pedir a nobre deputada que acompanhasse o andamento do PL17.255/2008 NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA, pois, o mesmo encontra-se completamente parado desde 2009.

    Cara deputada Fátima Nunes, venho através deste solicitar de V. Exciª. apoio no sentido de agilizar dentro é claro da legalidade, parecer favorável ref. E consecutivamente acompanhar o andamento do PL 17.255/2008, pois, o mesmo aguarda parecer desta Comissão de Justiça desde 10.03.2009. O referido PL vem garantir um direito que vem expresso na nossa Carta Magna, mas que infelismente, um decreto Lei mal elaborado, que regi sobre deficiências, não traz expressamente o amparo ao portador de Visão Monocular, o que tem levado as juntas médicas dos concursos públicos a diversas interpretações, pois não traz no seu texto a garantia ao portador de Visão Monocular o direito de concorrer em concursos Públicos como deficientes fazendo com que os mesmos sofram dupla exclusão, pois se concorremos como deficientes, de acordo com o decreto, não somos porque o texto não deixa claro, dai somos excluidos, entretanto, também sofremos exclusão do concurso por sermos portadores de Visão Monocular (quem enxerga apenas com um olho), não tendo condições de assumir a função devido a deficiência, dai a dupla exclusão, existem várias atividades laborais na qual o portador da Visão Monocular não pode trabalhar, como motorista profissional e nem de táxi; guarda municipal; policial; operador de máquinas e várias outras profissões. O PL 17.255/2008 vem trazer ao cidadão Baiano portador de tal anomalia o devido amparo legal, vez que vários outros Estados Brasileiros já tem PLs semelhantes ao nosso já em estágio final de aprovação nas suas respectivas casas Legislativas, além dos municípios de Santos e Rio de Janeiro, na Bahia temos leis municipais aprovadas já estão em vigências nos municípios de Una, Itabuna e Feira de Santana, além do referido PL a nível Estadual que encontrar-se completamente parado. Os Estados do Espiríto Santo; Paraná e Góias, Brasilia,Mato Grosso do Sul, Amazonas já são leis e estão em pleno vigor temos também as várias jurisprudências nos mais váriados tribunais, STF e STJ sendo o mais recente a Súmula 377 do STJ de 28.04.2009 e da CGU Súmula 45 que garantem ao portador de visão Monocular o direito a concorrer as cotas previstas em lei aos portadores de deficiência. Como representante do povo Baiano espero e aguardo apoio ao nosso PL 17.255/2008, desde já agradeço e me coloco a disposição através do meu e-mail. Hetero37@hotmail.com

Deixe seu comentário

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
abril 2011
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia