WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 27/abr/2011 . 20:32

FOTOGRAFIAS DOS ANOS 30.

REPOVOAMENTO DE CARANGUEJO EM SANTO AMARO.

Repovoamento de caranguejos.

 

Manguezal recebe mais 1,5 milhão caranguejos

Estudantes, professores, marisqueiros e vários outros segmentos da comunidade participaram hoje, terça-feira (27), do repovoamento de um milhão e quinhentos mil megalopas (pequenos caranguejos na segunda fase de desenvolvimento, medindo apenas meio centímetro) no manguezal de Porto de Acupe, distrito de Santo Amaro da Purificação.

A iniciativa é da Bahia Pesca, empresa vinculada à Seagri, e faz parte  do projeto Puçá-Programa Integrado de Manejo e Gerenciamento do Caranguejo-uçá. As megalopas são cultivadas no laboratório da Bahia Pesca na Fazenda Oruabo em Santo Amaro, onde a comitiva também visitou e recebeu informações sobre os trabalhos desenvolvidos naquele local.

:: LEIA MAIS »

NÃO VAI DAR EM NADA?

ESPAÇO DO LEITOR – SINDITAXI.

De: Raimundo C dos santos <raimundosantos@hotmail.com>
Assunto: SINDITAXI 

Corpo da mensagem:
GOSTARIA DE SABER O PORQUE QUE DO POSTO DO SINDITAXI TER SIDO FECHADO NO DIA DE ONTEM E AS SUAS BOMBAS DE COMBUSTÍVEIS LACRADAS PELA POLÍCIA E NINGUÉM ESCREVE UMA LINHA SEQUER OU COMENTA SOBRE O ASSUNTO?
SERÁ QUE O PRESIDENTE DA ENTIDADE NELSÃO SE DESCUIDOU DE ALGO E FECHARAM O SINDICATO DELE?
PRESIDENTE TÁ NA HORA DE DAR UMA SATISFAÇÃO AOS ASSOCIADOS DO SINDICATO COMO TAMBÉM A PREFEITURA QUE TANTO LHE PROTEGE.
COM A PALAVRA A IMPRENSA PARA TER CORAGEM APARAR E DIVULGAR ESTE ASSUNTO E O PRESIDENTE PARA FALAR AO INVÉS DE ESTAR ATRÁS DE RECURSOS PARA HOSPITAIS E VOTOS PARA CANDIDATOS A DEPUTADO.
RAIMUNDO SANTOS – TAXISTA RETADO.

GOVERNO ABRE CANAL DE COMUNICAÇÃO COM LIDERANÇAS DE ILHÉUS.

Porto Sul: governo abre canal de comunicação com lideranças de Ilhéus

O coordenador de Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil, Eracy Lafuentes Pereira, reuniu-se com lideranças comunitárias e sindicais de Ilhéus, na tarde desta terça-feira (26), para falar sobre o andamento do projeto do Complexo Logístico Intermodal Porto Sul. No encontro, que ocorreu no auditório do Colégio Estadual, no Malhado, e também contou com a presença da diretoria do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba), o representante do governo baiano informou sobre os próximos passos do projeto do porto em Ilhéus.

Lafuentes afirmou que a ordem no governo é priorizar os estudos de impacto ambiental para que as licenças do projeto sejam emitidas com a maior brevidade possível. “Trabalharemos com afinco para que as obras comecem, no máximo, no início do ano que vem”, declarou o coordenador.

O membro da Casa Civil disse ainda que tem visitado os canteiros de obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, que integra o complexo logístico e cuja construção está gerando cerca de 800 empregos diretos. “Dentro de seis meses a um ano serão 6 mil empregos e, no pico, o número chegará a 10 mil”, contabilizou.

Lafuentes disse que virá frequentemente ao sul da Bahia, “quantas vezes forem necessárias”, para dialogar com os representantes da comunidade. “Estamos abrindo um canal de comunicação, para receber críticas e colaborações. De nós, esperem transparência na relação”, declarou o coordenador de Acompanhamento de Políticas Governamentais.

As lideranças locais tiraram dúvidas sobre o projeto e mostraram confiança no empenho do Estado. “A região tem uma esperança”, registrou Aldircemiro Duarte, coordenador do Comitê de Entidades da Sociedade Civil em Defesa dos Interesses de Ilhéus e Região (Coeso). Falando em nome do governo, Lafuentes prometeu diálogo permanente com a comunidade e disse que o poder público irá reparar uma dívida com o sul da Bahia. “O empreendimento chegará com a infraestrutura do Estado, o que inclui investimentos em educação, saneamento e serviços”, listou.

Pela manhã, a secretária-chefe da Casa Civil do governo baiano, Eva Chiavon, participou em Ilhéus da aula inaugural do programa Mina de Talentos, uma iniciativa da Bahia Mineração em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Ela informou à imprensa que a mudança da área do projeto para a região de Aritaguá, a cinco quilômetros da Ponta da Tulha, é definitiva.

A POPULAÇÃO TAMBÉM PRECISA SE MOBILIZAR PARA COBRAR O PORQUE DESSA AÇÃO?


Comissão Porto Sul quer ouvir procuradores da

República a pedido do deputado Augusto Castro



A Comissão Porto Sul da Assembleia Legislativa da Bahia aprovou, por unanimidade, requerimento do deputado Augusto Castro (PSDB) e vai convidar os procuradores da República Eduardo El Hage e Flávia Arruti para que esclareçam os motivos que os levaram a impetrar a Ação Civil Pública com o objetivo de paralisar as obras da Ferrovia de Integração Oeste Leste. Segundo a presidente da Comissão, Ivana Bastos (PMDB), os contatos com os procuradores do Ministério Público Federal de Ilhéus deverão ser mantidos ainda hoje, 27/04, buscando agendar rapidamente a vinda deles à Assembleia Legislativa.

A preocupação de Augusto Castro, compartilhada pelos deputados Euclides Fernandes (PDT),vice-presidente da Comissão, e Herbert Barbosa (DEM), é que a suspensão das obras vai gerar um grande prejuízo financeiro. Estão previstos recursos do Programa de Aceleração do Crescimento -PAC na ordem de R$ 6 bilhões até 2012 para a construção da ferrovia que ligará Barreiras a Ilhéus, onde será construído o Porto Sul. “Os canteiros já estão instalados pela Valec em quase todos os lotes e a mão de obra contratada”, argumenta Augusto Castro. O projeto prevê a geração de 23 mil empregos diretos e quase 70 mil indiretos beneficiando com a construção de 1.022 km de ferrovia e posterior operação para transporte da produção de grãos e minérios das regiões oeste e Leste da Bahia.

Cronograma – Na próxima semana, dia 04, a Comissão ouvirá o secretário de Planejamento do Estado, Zezéu Ribeiro e, provavelmente, a secretária da Casa Civil, Eva Chiavon. Os parlamentares querem todos os detalhes do projeto do Complexo Intermodal e em que situação se encontra o estudo de Impacto Ambiental da nova área destinada pelo Governo do Estado para implantação do Porto Sul. No dia 18 será a vez do vice-presidente da Bahia Mineradora – Bamin, Cloves Torres, ser ouvido na Comissão Porto Sul. O colegiado se reúne às quartas-feiras, às 1h30

A DINÂMICA DA POLÍTICA É BASTANTE INTERESSANTE.

Mas quem não estiver bastante antenado, principalmente os políticos carreiristas, podem se dar mal.

Tem políticos, que percebendo o rumo decrescente das suas atividades e influências, começam a se desesperar, ao invés de ficarem quietos e deixar a poeira assentar.

Começam a se mexer demais, espalhando merda, criando arestas, cavando sua própria sepultura com vassourinha.

No Governo de Jaques Wagner, cada vez mais os espaços para ‘negocistas’ estão diminuindo.

EMPRESAS DE FORMATURA – UM NOVO FILÃO DE TRAQUINAGENS.

Não queria entrar nesta seara.

Mas devido ao grande numero de emails recebidos, contando dissabores por que passam formandos de diversas áreas nas mãos dessas empresas.

Lanço daqui um aviso: Ou tratam bem, cumprem os acordos com os formandos, ou iremos começar a postar todos os emails enviados com reclamações e os respectivos nomes das empresas.

Tá dado o aviso.

A GUERRA DE CANUDOS E A VILA JUERANA.

Recebi um comentário hilário, mandando que respeitasse os moradores de Vila Juerana, pois os mesmos ‘moravam em casebres e viviam da criação de guaiamuns’.

Ora ora, se é assim que a Vila Juerana se exclui do processo que já revitaliza outros distritos e vilas de Ilhéus, torna-se público e notório que ‘Tonha Conselheira’ quer fazer uma Guerra dos Canudos tupiniquim.

SERIAM OS PROCURADORES DA REPÚBLICA, SEMI-DEUSES?

Conheça as funções do procurador da República

O procurador é um fiscal da lei com autonomia de ação.
Por isso, não está sujeito a ordens de superior hierárquico de nenhuma instituição.

Do G1, em São Paulo

O procurador da República, como explica o site do Ministério Público Federal (MP), é um fiscal da lei. Isso significa que ele pode entrar com ações, conduzir inquéritos para investigar, por exemplo, suspeitas de crimes, desvio de recursos públicos ou uso irregular de bens públicos.

 

Os integrantes do MP iniciam a carreira no cargo de procurador da República após participarem do concurso público específico para o ramo. Quando promovidos, passam para o cargo de procurador regional da República e, por último, de subprocurador-geral da República.

 

Depois de dois anos de exercício, só podem perder o cargo por sentença judicial transitada em julgado (de caráter definitivo), pois adquirem direito vitalício à função. Também não podem ser transferidos de um local para outro sem que concordem com a mudança ou sem motivo de interesse público.

 

Autonomia

Entre os princípios assegurados aos procuradores está o da independência funcional, o que significa que cada integrante do MP tem inteira autonomia de atuação. Por isso, não está sujeito a ordens de superior hierárquico de qualquer instituição.

 

Isso significa, por exemplo, que se diversos procuradores atuarem em um mesmo processo, podem adotar posições diferentes. Entre os deveres dos membros do MP, no entanto, está o de informar sobre os atos e fundamentá-los.

CAPITALISMO & CAPITANIA HEREDITÁRIA.

Nada contra que os senhores Guilherme Leal e  Renato Guedes, comprem todas as terras que lhes aprouverem.

É do sistema capitalista, compra quem tem dinheiro, e vende quem está precisando.

Mas daí, em conluio com autoridades, e através de promessas não muito confiáveis, querer transformar uma zona sofrida pela crise  econômica, em um feudo, em uma Capitania Hereditária, para uso e gaudio de seus negócios, é inadmissível.

Ainda mais usando ilheenses e itabunenses, ardilosamente manipulados, para participar de pantomimas e macaquices.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
abril 2011
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia