Grande parte da corrupção endêmica que assola o Brasil, começa no conluio entre o setor privado e o setor público, permeado aí pelos políticos e campanhas eleitorais.

Te financio agora, para você me ajudar depois de eleito, é assim que a banda toca. O financiamento público de campanha, acaba o toma lá dá cá.

Com as propostas colocadas, vejo que se não acabar com isso pelo menos vai diminuir bastante a corrupção político/eleitoral, senão vejamos:

Vai fortalecer os partidos organizados e acabar com os nanicos, que são montados para fazer estripulias.

Vai melhorar a qualidade dos candidatos.

A sociedade civil organizada vai poder agir com mais independência, sem a influência de igrejas e centrais sindicais.

Veja mais, clicando aqui.