Nem bem terminou uma eleição, e a galera já está querendo botar a batucada na rua.

Meio que camuflada a campanha já começou. Artimanhas daqui, factoides dali, e os postulantes começam a chamar para si os holofotes.

Alguns com pouca ou quase nenhuma credibilidade, estão conseguindo mais arestas do que alianças.

Talvez a luz amarela piscou mais cedo.