A cobrança compulsória do imposto sindical pode estar com os dias contados. Representantes das centrais sindicais do país vão participar de uma reunião com a presidente Dilma Rousseff nesta sexta-feira (11) para discutir o percentual de reajuste da tabela do imposto de renda.

Será discutido o fim do imposto sindical, proposta defendida pela CUT, central ligada ao PT.

As demais centrais que são contrárias ao fim da tributação avaliam que se o assunto ganhar força, a CUT estará “oficializando o racha”. (Com informações da Folha de S. Paulo).