WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 10/fev/2011 . 22:45

DO QUE SÃO CAPAZES AS ONGS AMBIENTALISTAS.

A aliança Greenpeace-Philips contra as lâmpadas incandescentes

O Diário Oficial da União de 6 de janeiro publicou as portarias interministeriais 1.007 e 1.008, envolvendo os ministérios de Minas e Energia (MME), Ciência e Tecnologia e Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, determinando o ano de 2016 como prazo limite para a utilização de lâmpadas incandescentes no País, exceto para algumas poucas aplicações específicas.

O banimento das incandescentes, tecnologia consagrada por mais de um século de excelentes serviços prestados à Civilização, é uma tendência internacional motivada pelas concessões generalizadas que os governos nacionais têm feito ao movimento ambientalista internacional e a sua enorme influência sobre a opinião pública mundial. Não obstante, como tem sido um fato recorrente em quase todas as propostas ambientalistas, além de tal troca ser muito menos vantajosa tecnicamente do que querem fazer crer os seus proponentes, ela tem em sua origem uma aliança oportunista entre ambientalistas em busca de novas campanhas que justifiquem a sua existência, grandes empresas à procura de novas oportunidades de lucros, tecnocratas ávidos de impor novas regulamentações à sociedade e lideranças políticas interessadas em cativar potenciais eleitores com atitudes “politicamente corretas”.

:: LEIA MAIS »

ATRIZ PRÉ-GLOBAL, FAZ PERFORMANCE CONTRA O PORTO SUL.

Tentando uma vaga na novela Insensato Coração, e aproveitando o ‘funzuê’ armado por suas quase colegas.

Ela extrapolou nas poses, e até pagou peitinho.

Aff !!!

Uiii !!!

Chicretiiisss !!!

RETRATO DE UMA COLIDENTE DEMARCAÇÃO DE FALSAS TERRAS INDIGENAS

Se não fossem as subsequentes prisões, principalmente dos falsos líderes, como a da “cacique” Valdeci, há poucos dias, poderíamos chamar de movimento indigenista essa tentativa de demarcação. Todavia, os crimes registrados em fartos inquéritos policiais, sobrepujam as barreiras da legalidade e da moral, denunciando com muita facilidade, que se trata de um oportunismo barato, motivado por ideologias obsoletas, que andam na contramão do desenvolvimento do nosso País; uma política retrógrada que não mais se aplica em pleno século 21. Para a Polícia Federal, pode tratar-se de  formação de quadrilha, mas, para nós, de arroubo do crime organizado, que agoniza.

Os falsos líderes abraçam a prática da criminalidade com interesses pecuniários e eleitoreiros, e usam como massa de manobra, aqueles menos esclarecidos, cadastrados de forma fraudulenta através de fartas promessas; porém, a justiça, implacável, condena-os com prisões flagrantes, até mesmo os castiga, suspendendo a Demarcação, apartir de 14/12/2010, conforme despacho do Juiz Federal Dr. Pedro Holliday, condicionando-a à  desocupação de propriedades invadidas.

A Associação de Pequenos Agricultores não ficará alheia a tudo isso. Lutamos contra um movimento que se confunde com formação de quadrilha, pois, a todo instante se prende um representante, auto-intitulado Tupinambá de Olivença, movimentando toda justiça Brasileira, levando aos mais altos custos operacionais, que são pagos pelos contribuintes que nada têm a ver com tamanha hipocrisia. São elementos assistidos pelo Ministério Público Federal, que, confuso e  pago pelos mesmos contribuintes, parece empenhado em nada fazer.

Dois mil e onze anos depois de Cristo e o homem ainda não aprendeu a respeitar o seu semelhante. Tem em  alguns representantes dos interesses públicos, que apóiam movimentos como este, o retrato daqueles que defendem o seu próprio umbigo, contribuindo para perpetuar os mesmos problemas de outrora: saúde, escola, transporte, educação, segurança, moradia, corrupção, nepotismo…. etc. Problemas que se repetem com muita clareza e pelos mesmos motivos: a falta  de respeito para com o próximo.

A Presidente eleita Dilma Roussef, com sua coragem de cortar 50 bi do orçamento, de nomear várias mulheres para ministérios, de apontar o dedo contra Armadinejad e de quebrar a corrente de rapina em Furnas, e o Governador Jackes Wagner, conhecedores da nossa luta, decerto não permitirão essa demarcação, entendendo assim que as terras já pertencem aos Pequenos Agricultores, que nelas produzem há mais de 100 anos.

A Associação de Pequenos Agricultores defende o interesse plural voltado para o respeito ao direito de propriedade, como também a Constituição Brasileira. Assim, esperamos dos velhos e novos representantes, o compromisso com a verdadeira Democracia, que tem como limite, a lei.

Estas são as nossas convicções

Luiz Henrique Uaquim da Silva

Presidente

EMPREITADA E EMPREITEIROS – O ESQUEMA.

Em quase todas as Prefeituras o esquema é mais ou menos este.

O ‘beiroso’,  (empreiteiro sem capital, mas que está sempre nas beiradas), pega dinheiro com cigano para pagar mão de obra e começar a obra, compra fiado nas lojas de materiais de construção. Por isso a obra já começa super faturada.

Na hora de receber na Prefeitura, tem que deixar uma ‘ponta’.

Desesperado e endividado quase sempre tem que ‘arriar as calças’.

Ponta de arrombar...

Numa certa Prefeitura, a reclamação é que a ‘ponta’ tá muito grossa, tá ‘rombuda’, nem com vaselina o ‘beiroso’ tá aguentando.

Obs: O linguajar é do meio deles.

JOSIAS GOMES PARTICIPA DAS FESTIVIDADES DOS 31 ANOS DO PT.

Josias destaca retorno de Lula à direção do PT e reforma política como principais temas do aniversário do partido

O deputado federal Josias Gomes, do PT da Bahia, que participa, em Brasília, das festividades de aniversário do PT (31 anos), resumiu, ainda há pouco, a pauta de discussões que mobiliza parlamentares e militantes do partido na reunião do Diretório Nacional. Segundo ele, são três os temas em debate no encontro petista: o retorno de Lula à Presidência de Honra da legenda, a reforma política, e o aniversário do partido. Ponto a ponto, Josias externou o seu pensamento.

Começando pelo retorno de Lula à Presidência de Honra do PT, o parlamentar baiano considera que o ex-presidente terá um papel fundamental na articulação do partido, em nível nacional, e, principalmente, na mobilização de militantes e dirigentes em torno do debate sobre a reforma política. “Lula vai percorrer o Brasil proclamando a necessidade dessa reforma”, adianta Josias.

Sobre a reforma política, o segundo dos temas em debate na reunião do Diretório Nacional do PT, nesta quinta-feira, 10, Josias avalia que “é necessário uma mobilização, a mais ampla possível, em torno dos itens financiamento público de campanhas e listas pré-ordenadas, tão necessárias ao aprimoramento de nossas instituições políticas, e, especialmente, de uma reforma no Estado, grande aspiração de todos os democratas”.

Enfim, o aniversário do partido, motivo maior da reunião desta quinta-feira, é, para Josias Gomes, “uma reafirmação, ano a ano, de todas as bandeiras e formulações de princípio estabelecidas em 1980 pelos que se reuniram para construir o PT, um partido que, sem qualquer exagero, transformou-se, ao longo dos anos, no mais legítimo fiador de uma revolução contínua em torno dos princípios democráticos, e de igualitarismo, no Brasil”.

ELES QUEREM VER ILHÉUS NA MERDA.

Eles querem ver Ilhéus na merda.

Vamos boicotar,  Vanessa da Mata, os atores Lázaro Ramos e Luís Miranda, e as atrizes Taís Araújo, Mariana Ximenes, Fernanda Torres, Emanuele Araújo, Vera Zimerman, Edvana Carvalho e Paula Bulamarqui.

ESTE ARTIGO É DO BLOG DO DEGAS.

O rumo de Ilhéus

O recente movimento do grupo contrário ao Complexo Intermodal foi uma manifestação produzida por Paula Lavigne e acompanhada por alguns artistas, principalmente ligados à Rede Globo. A matéria pode ser lida aqui.

Em resposta, o grupo dos que apóiam o projeto propõe a indiferença, alegando que os artistas não sabem do que estão falando, não conhecem a realidade da região, não entendem a situação pré-falimentar pela qual passam as cidade de Ilhéus e região.

Assim, os que apóiam o Complexo Intermodal consideram que a manifestação não carece de resposta.

Acho que é exatamente o contrário. A força dos que estão do outro lado é muito maior do que se pensa. Amealharam aliados poderosos – embora nem sempre os mais recomendáveis – dentro da imprensa nacional. Apesar de estar minado pela Internet, não se deve subestimar o ainda imenso poder da grande mídia. A se ver os episódios das eleições presidenciais.

É importante contrapor a versão única que circula nos meios nacionais, particularmente na Rede Globo, mostrando o outro lado da história. Para o resto do Brasil parece que, por mero capricho, a cidade de Ilhéus vai destruir toda a sua Mata Atlântica. Parece que estão impondo isso contra toda a cidade. Parece que Ilhéus vai muito bem, mas que depois da instalação do Complexo a cidade vai se transformar num depósito de lixo. A Mata se tornará deserto.

É necessário mostrar ao país a outra versão dos fatos. Evidenciar que a imensa maioria da população de Ilhéus apóia o projeto. Deixar claro que a cidade não encontra alternativas econômicas para sua própria sobrevivência, e que as alternativas propostas continuarão levando a cidade em direção ao seu ocaso. Mostrar que o Complexo Intermodal não é incompatível com a preservação ambiental.

Ilhéus e região diminuem a cada dia. As receitas estão cada vez mais esparsas, a administração municipal com cada vez menos força. A cidade perde mais almas a cada aferição do IBGE. A região inteira está empobrecendo rápido e a olhos vistos. As pessoas vêem no Complexo uma esperança, uma chance.

Artistas, imprensa, políticos. Todos tem uma coisa em comum, ainda que por motivos diferentes: um enorme respeito pela opinião pública. Aí pode estar a alternativa a ser explorada.

Enquanto um dos lados dorme considerando a batalha vencida, o grupo do outro lado está se movendo rápido nos bastidores da mídia e da política em busca de reverter a atual decisão em favor do projeto. Eles já mostraram sua musculatura. Podem conseguir.

E Ilhéus terá que engolir uma decisão tomada de cima para baixo, condenando a cidade a permanecer na sua trajetória rumo ao naufrágio.

REAVIVANDO A MEMÓRIA – TÁ FAZENDO UM ANO.

Lista Fajuta.

Lista Mentirosa.

Mico atrás de mico – Mas não é suruba.

Rede Globo acoberta a farsa.

OS CORTES NO ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO.

Projetos já iniciados não serão interrompidos, diz Pinheiro sobre corte no OGU


“É um ajuste que busca arrumar e, claro, inicialmente atinge emendas que não são executadas agora e não prejudicam o andamento de programas sociais, obras, nem o PAC”, disse o senador Walter Pinheiro (PT-BA) sobre o anúncio do governo federal, na tarde desta quarta-feira (09), de corte de R$ 50 bilhões nas despesas previstas no Orçamento Geral da União de 2011.

Segundo Pinheiro, trata-se de uma contenção do governo em que obras e projetos já iniciados não sofrerão interrupção: “O governo investiu muito em 2009 e 2010, promovendo a isenção para a economia crescer na época da crise mundial. Esse ajuste é necessário para preparar o terreno e o Brasil continuar crescendo com sustentabilidade”.

Em dezembro do ano passado, ainda como deputado federal, Pinheiro encaminhou a sessão do Congresso Nacional que aprovou o orçamento que anotava para a Bahia R$ 8,5 bilhões de dotação geral de investimentos e mais R$ 1, 032 bilhão em emendas individuais e de bancada, sem incluir os investimentos das estatais.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
fevereiro 2011
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia