O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, acompanhado pelo vice Mário Alexandre e membros do secretariado do governo, recebeu na tarde desta terça-feira, 25, um plano voltado ao combate à dengue no município. A iniciativa de formular a estratégia foi do Comitê de Entidades Sociais em Defesa dos Interesses de Ilhéus e Região (Coeso), que apresentou as propostas ao gestor.

A ideia do COESO é envolver diversas áreas do próprio governo – como as secretarias de Saúde, Infraestrutura e Serviços Públicos – e representantes da sociedade civil organizada – em uma série de mutirões com o objetivo de eliminar focos de dengue no município. Órgãos e empresas estaduais, como a Dires e a Embasa, também serão chamadas a participar.

Newton Lima aprovou a iniciativa do COESO e elogiou a preocupação do grupo com a questão da dengue, sobretudo porque Ilhéus é uma das 24 cidades brasileiras listadas pelo Ministério da Saúde como de alto risco de enfrentar uma epidemia da doença. “O COESO está de parabéns por manifestar interesse por esse problema que merece toda a nossa atenção e cuidado”, afirmou o prefeito.

De acordo com o coordenador do COESO, Aldicemiro Duarte, a intenção é “promover ações conjuntas nas comunidades, priorizando aquelas com maior índice de infestação”. Os mutirões ocorrerão nos finais de semana, com um cronograma ainda a ser anunciado.

O COESO também manifestou ao prefeito apreensão com a situação de áreas de risco existentes em morros e encostas da cidade. Logo após a reunião, integrantes do comitê, acompanhados por representantes do governo e pela vereadora Carmelita Ângela (PT), seguiram para a Avenida Princesa Isabel, onde inspecionaram trechos que apresentam perigo de deslizamento e escadarias que estão prestes a ruir. A visita, concluída no Alto da Cascalheira, contou com a participação do secretário municipal da Infraestrutura, Marcone Queiroz.