WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


AÇÕES DO GOVERNO DO ESTADO COM A SEGURANÇA PÚBLICA.

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA INVESTE NA MODERNIZAÇÃO DA POLÍCIA BAIANA

FONTE: AGECOM

Modernização da Segurança Pública da Bahia

A modernização da estrutura física e pessoal das polícias Militar, Civil e Técnica, para combater o crime organizado, e a implantação do programa Ronda no Bairro estão entre as principais iniciativas da Secretaria da Segurança Pública (SSP) nesses três anos e meio do governo da Bahia.

O novo Sistema Tetra de Telecomunicação Digital, um investimento de US$ 10 milhões, foi criado na Europa e se tornou uma fundamental ferramenta das principais polícias do mundo.

São 15 sites (estações de rádio) levando a uma perfeita comunicação em qualquer ponto da capital e da Região Metropolitana de Salvador. O rádio de comunicação padrão tetra é digital e dispõe de sistema de localização GPS, possibilitando que a Central de Polícia direcione as viaturas para o local desejado com mais rapidez.

No Brasil, somente o Rio de Janeiro e a Força Nacional de Segurança Pública utilizam este sistema. Todas as viaturas, inclusive as do Corpo de Bombeiros, estão equipadas com os novos rádios de comunicação.

Estão em processo final de implantação os 22 centros regionais de comunicação no interior. Esses recursos tornam mais ágil e mais eficaz o atendimento ao cidadão do serviço de emergência policial.

Delegacia Digital

Instalada em 2008, a Delegacia Digital inovou, conciliando comodidade e segurança para a população baiana. Pela internet, os usuários podem comunicar ocorrências não-delituosas, como desaparecimento de pessoas, perda e extravio de documentos, além de ocorrências delituosas, a exemplo de furto de objetos e documentos e furto de veículos.

A Delegacia Digital funciona 24 horas, dispondo de cinco equipes, cada uma com um delegado e quatro agentes. Depois de feita a ocorrência, a pessoa recebe um correio eletrônico confirmando o registro, permitindo a impressão da Certidão de Registro de Ocorrência. O queixoso pode, inclusive, obter a segunda via do documento, caso seja necessário.

A queixa pode ser realizada pelo site da Delegacia Digital, ou por meio do link da unidade virtual, disponibilizado no site da SSP.

Estrutura

Aproximadamente 1,8 mil viaturas, entre carros, caminhões de combate a incêndio, caminhonetes, veículos de transporte de cadáveres e motos, foram adquiridas como parte do processo de reaparelhamento das polícias, todas já equipadas com GPS.

Além disso, 326 motocicletas e cinco carros elétricos foram adquiridos para reforçar o patrulhamento ostensivo. Foram comprados também 1.205 armamentos e 5.284 coletes, equipamentos de proteção individual indispensáveis para a atividade policial.

Outro importante investimento foi a compra do helicóptero modelo Esquilo AS350, prefixo PR-HPM, equipado com sistema VMD (equipamentos e leitura do painel todo digitalizado), câmera, farol de busca e capacidade de conduzir seis policiais durante as operações.

O novo helicóptero soma-se às outras duas aeronaves e a mais dois aviões que compõem a frota do Grupamento Aéreo da PM, ampliando a sua capacidade operacional. Os equipamentos são utilizados no policiamento ostensivo, patrulhamento, repressão ao crime organizado, salvamento, resgate, ações de combate a incêndio florestal, ações de repressão a crimes ambientais, dentre outras iniciativas.

Sete delegacias foram implantadas: cinco Deams (delegacias especiais de atendimento à mulher) – Porto Seguro, Paulo Afonso, Alagoinhas, Jequié e Salvador (Periperi) – e duas delegacias de polícia territorial – Portão (Lauro de Freitas) e Monte Gordo (Camaçari); além de uma Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Corpin), em Santa Maria da Vitória.

Setenta e nove delegacias e uma unidade do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foram informatizadas na capital e no interior, com aquisição de 3.870 equipamentos, além de infraestrutura de rede de dados, acesso à internet e a modernos sistemas de investigação e inteligência policial.

O Sistema de Identificação Civil (Siida) foi outra novidade da SSP. Através dele podem ser feitas pesquisas das impressões digitais, em consulta de banco de dados nacional, integrado ao DPT.

O sistema já está em funcionamento no SAC RMS e do interior, nos municípios de Lauro de Freitas, Candeias e Camaçari, e de Jequié, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Ilhéus, Itabuna, Vitória da Conquista, Santo Antônio de Jesus, Eunápolis, Feira de Santana, Barreiras, Porto Seguro, Alagoinhas, Jacobina e Juazeiro.

Efetivo

Já estão nas ruas 3.325 novos soldados incorporados à PM, atuando no policiamento ostensivo. Mais 3,2 mil PMs foram convocados para o início do curso de formação em 29 de dezembro de 2009, com conclusão em dezembro deste ano.

Durante esse período, foram também nomeados para a Polícia Civil 44 delegados, 147 investigadores (agentes) e 111 escrivães, alguns remanescentes de concursos antigos, como o de 1997.

Outros 17.781 policiais foram capacitados (14.536 da Polícia Militar, 2.212 da Polícia Civil e 1.033 do DPT) em cursos nas áreas de direitos humanos, gestão organizacional, tecnologia da informação, técnicas e táticas policiais, capacitação de corregedores, capacitação em inteligência policial, formação em policiamento comunitário, investigação policial, perícia, administração legal do uso da força policial, defesa pessoal e tiro.

Para os setores administrativos, visando liberar os policiais que realizavam esses serviços para o reforço do policiamento nas ruas, foi realizado um processo de seleção que aprovou 650 jovens, de 18 a 23 anos, que os substituíram nessas funções.

Além das contratações, a SSP intensificou as ações da Corregedoria, fortalecendo a punição a atos de abuso de poder e violência. Entre 2007 e 2009, foram exonerados 229 policiais e cinco comissões permanentes foram criadas, sendo quatro em Salvador e uma no interior, para apuração de processos administrativos disciplinares.

Ronda no Bairro

O programa Ronda no Bairro tem como objetivo diminuir o tempo de resposta da polícia em situações de violência. Instalado em 2008 nas regiões de Tancredo Neves e subúrbio ferroviário de Salvador, apresenta redução dos índices de criminalidade. Hoje, o programa já beneficia também a população da região de Pau da Lima e de 25% da cidade de Feira de Santana.

As áreas de atuação são divididas e patrulhadas 24 horas por duas viaturas (automóvel e motocicleta), que podem ser acionadas através de ligação telefônica. Cada equipe trabalha com o número correspondente daquela área, e assim que é acionada chega de imediato.

3 respostas para “AÇÕES DO GOVERNO DO ESTADO COM A SEGURANÇA PÚBLICA.”

  • jgaraujo says:

    Queremos notícias do homem das “casas bahia” será que as promoções acabaram ou deixaram de vazar para a mídia?

  • Então é verdade exite mesmo a tal Delegacia Digital,semana passada recebi um e-mail da SSP-BA, informando a tal Delegacia Digital, pensei ser um virus e deletei.Agora sei que a tal Delegacia é real ficou mais facíl , você não precisa mais enfrentar fila, deslocar até a Delegacia, pra prestar queixa de uma simples ocorrência de perda ou extravio de documentos.A SSP-BA, na era da globalização.
    O Ciretan, também precisa entrar na era da globalização,retirei meu Certificado de Licenciamento de Veiculos, emplacado em Brasília pelo site do Detra-DF, dois dias após o pagamento do IPVA.
    Kalif Rabelo
    Kali Rabelo

  • barraemacao says:

    Caro Guy Valério, passamos a admirá-lo pelo respeito que tem demonstrado aos leitores do seu blog, é assim que deve se comportar um agente da imprensa dentro do regime democrático de direito, são pessoas como você que engrandece e enriquece o debate, olha quanto a nota da AGECOM, como democrata que somos reconhecemos que alguns equipamentos foram adquiridos pelo governo e o aumento do efetivo dentro da PM, porém não adianta muito equipamentos de alta tecnologia e aumento de viaturas tanto de quatro como duas rodas, o mais importante de tudo isso em primeiro lugar deve-se valorizar o ser humano, digo os policiais, estimulá-los com melhores salários e condições de trabalho, pois são os homems que operarão os equipamentos e nunca ao contrário, não é porque os equipamentos são de ponta que isso garante resultados satisfatórios, é preciso pessoas da sua qualidade envidar esforças com os demais membros da imprensa e a sociedade civil no sentido da busca pela eficiência no setor de segurança pública, creio que quando a sociedade que está presa nos seus lares saírem às ruas e chamar o poder público à responsabilidade os governantes ouvirá o clamor e apresentará um projeto viável para essa tão crucial área que é a segurança pública, mas por exemplo é uma tarfa de todos por exemplo falando pelos policiais militares, e estes não podem falar, devido a lei da mordaça, e o arcaico código policial militar, dizem que os polciais tinha medo do grupo falecido regime fascista do carlismo, isso não é verdade, pois em 1982 ocorreu uma greve da PM bahiana em que muitos líderes foram presos e demitidos da corporação, e a grande greve de julho de 2001, foram 7 dias de aquartelamento onde o caos imperou no Estado, conseguimos muito pouco do que pretendíamos naquele momento, mais uma vez precvaleceu a ditadura onde o sargento Isidório foi preso e torturado juntamente com o Tenente Uzeda, e por esses motivos o coronel Adelson pau mandado de ACM foi julgado e condenado a 7 anos de prisão pelo crime de tortura, isso no anos passado, diga-se de passagem o juiz que o julgou foi o Dr Alfredo Couto que passou por essa região mais precisamente na cidade Ilhéus, então quando alguém diz que os polciais são covardes o medrosos por não ter pressionado o regime fechado tipo coréia do norte do ACM, os fatos por si provam que os que não tem conhecimento desses assuntos estão equivocados, no ano passado no mês de agosto fizemos o Movimento Policia Legal, sob a liderança do deputado estadual Capitão Tadeu, porém o governador Jaques Wagner nos pediu pra repensarmos o movimento e nos apresentou alguns saídas tanto no quesito salários como condições de trabalho, foi nos apresentado um acordo o que foi de pronto atendido pelos líderes do movimento, com execeção do capitão Tadeu que preferiu não assinar o acordo, o que irrita os Polciais militares é o fato do governo até agora não ter cumprido nenhum dos ítens do que foi acordado, não somos radicais e nem medrosos, somos inteligentes e sabemos a hora de avançar e o momento de recuar. Agradecemos o apoio e a sua solidariedade e compreensão. Movimento Barra em Ação.

Deixe seu comentário

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
junho 2010
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia