WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 3/fev/2010 . 23:19

DIRETO DO BAHIA NOTÍCIAS.

JORGE SOLLA REBATE OPOSIÇÃO NA TUDO FM


Foto: Tiago Melo/ Bahia Notícias

Em entrevista ao programa Bahia Notícias no Ar, da rádio Tudo FM, apresentado por Daniela Prata e Evilásio Júnior, o secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, falou sobre as filas nos postos de saúde para a vacinação contra a meningite, que começou nesta quarta-feira (3). “É importante informar que não há necessidade da busca imediata. A vacinação não é só hoje, ela apenas começou hoje e não há data prevista para que seja concluída. A medida é importante e resolvemos antecipar a vacinação, que nos outros estados ainda não começou”, afirmou. Ele também falou sobre a estrutura dos postos. “É bom lembrar que as unidades são da prefeitura municipal. Cada unidade de saúde tem que se estruturar para receber as pessoas”, disse. Sobre as denúncias de que o governo tentaria pongar em obra imprópria (leia aqui), Solla foi categórico e declarou não haver veracidade na informação passada pela oposição. “Queria dizer aos deputados de oposição que o mínimo que se espera é que leiam os editais e documentos aos quais se referem. Diferentemente do que estão divulgando, o edital é licitação para construção, equipamento e gestão, e não uma licitação de gestão de uma unidade que não existe”, rebateu. O titular complementou ainda que “para o hospital de Seabra há uma modalidade onde a empresa que ganhar vai construir e fazer gestão do hospital, e será remunerada por isso. Os deputados ficam procurando pelo em ovo e não procuram ler os editais”. Clique aqui (I e II) e ouça a entrevista na íntegra.

(Rafael Albuquerque)

OS INIMIGOS DE ILHÉUS, ESTÃO SE VANGLORIANDO.

Licença ambiental da mineradora BAMIN, na Bahia, é adiada pelos elevados riscos sociais e ambientais Imprimir E-mail
Escrito por Maria do Socorro Mendonça
Qua, 03 de Fevereiro de 2010 17:33
image

Em Salvador, ambientalistas e Ministério Público aprovaram o adiamento da licença ambiental da BAMIN no CEPRAM – Conselho de Meio Ambiente da Bahia. A empresa quer explorar cerca de 400 milhões de toneladas de ferro em uma região montanhosa coberta de matas e caatinga no interior de Caetité, com uma barragem de rejeitos e pilha de estéreis de grandes dimensões, com impactos amplos e imprecisos junto a comunidades tradicionais e quilombolas. A água, um recurso escasso daquela região, pode ser afetada com a redução do lençol freático a ser provocado pela mina. A biodiversidade local, apontada pelo EIA, é rica, com muitas espécies novas, endêmicas e ameaçadas de extinção. A presença de cavernas também é uma preocupação da sociedade civil baiana, bem como figuras rupestres, que seriam destruídas no local. O projeto da BAMIN é bastante polêmico, mas conta com enorme apoio do governo baiano. Para a BAMIN, o PAC incluiu uma ferrovia com custo de 6 bilhões de dólares, para facilitar o escoamento de 18 milhões de toneladas do ferro até Ilhéus, em uma zona de proteção rigorosa da APA da Lagoa Encantada, ao lado do Parque Estadual da Serra do Conduru, região de maior biodiversidade do Brasil. A Costa do Cacau, no Sul da Bahia, será afetada irreversivelmente pelo porto da BAMIN, em parceria com o governo baiano, segundo estudo da COPPE, da UFRJ. Ambientalistas propõem outra logística para o ferro, bem como a revisão do local da barragem de rejeitos, no município de Pindaí, além do cuidado com as comunidades rurais que vivem na região da mina.

ESPERANDO, MAS AGORA APREENSIVO.

esperando

Apreensivo com o que li no JBO.

Se não é Alcides, quem vai tocar esta reforma?

NÃO ACHO UMA BOA.

MONT2009

Quando é planejado e estruturado, ainda assim não sai a contento, imagine feito nas coxas.

PARABÉNS DRA. SARA.

Dra. Sara é uma das vice presidente da OAB-Bahia, e cada vice preside uma comissão. A Comissão de Direitos Humanos é a mais cobiçada na OAB.

Leia matéria completa.

SARA MERCÊS ASSUME VICE-PRESIDÊNCIA DA CDH

PostDateIcon 3/fev/2010 . 17:15 | PostAuthorIcon Autor: Ana Flávia

Informações do Pimenta na Muqueca.

A advogada Sara Mercês dos Santos é a mais nova vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-Bahia.

Sara atuou na campanha do governador Jaques Wagner, por duas vezes (2002 e 2006). Atualmente ela  advoga para o Partido dos Trabalhadores.

A Comissão de Direitos Humanos é considerada uma das mais cobiçadas e prestigiadas da OAB.

OS TEMPOS E OS TERMOS.

Antigamente, quando era armado algum estratagema para se pegar um animal ou enganar alguém, dizia-se simplesmente que foi feita uma armadilha.

Os tempos foram se passando, e os termos se modernizando com a chegada das chamas gírias.

Vieram esparro, esparrela, crocodilagem, trairagem e por aí foram aparecendo vários termos para o mesmo assunto.

Hoje a malandragem aplica com muita ênfase o termo:

Levaram fulano pra cocó.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
fevereiro 2010
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia