WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 16/dez/2009 . 22:17

AOS CITADOS ESTÁ ASSEGURADO O DIREITO DE RESPOSTA.

máfia e absurdos no turismo em Ilhéus

Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009 21:50:37

De:
joão pereira freitas <johnyfreitas@bol.com.br>

Para: sarrafonamadrugada@yahoo.com.br

Corpo da mensagem:
Situação absurda vem ocorrendo em nossa cidade derivada de um ato irresponsável do nosso secretário de turismo, pois a partir do momento que se impede pais de família de ganharem o sustento dos seus de forma lícita, isto se torna uma irresponsabilidade, e eu como cidadão de bem e cumpridor de minha obrigações sociais para desenvolvimento igualitário de todos me sinto no direito de realizar um manifesto através deste. O Sr secretário de turismo e também proprietário de empresa de turismo não está permitindo a entrada de vans e táxis no porto de ilhéus antes da entrada dos grandes ônibus que prestam serviço à sua empresa particular. Fato este que não ocorrera em anos anteriores,e agora impossibilita que microempreendedores prestem seus serviços e ganhem seu dinheiro. Os grandes ônibus adentram o porto antes das vans e táxis e pegam quase todos os turistas que desejam desembarcar, informando a aqueles que procuram vans pra conhecer cidades vizinhas, como
Itacaré, que este serviço não está mais sendo realizado, sendo esta informação uma grande mentira, e fazem o percurso porto-centro ou os levam pra cabana batuba em olivença (parceria formada também entre o dono do estabelecimento e o secretário de turismo da cidade), impossibilitando que as outras barracas de praia da cidade recebam estes turistas e prestem seus serviços. Portanto, estas parcerias suspeitas vêm trazendo grandes prejuízos aos microempreendedores da nossa cidade, que sempre davam suporte ao turistas, devido às atitudes absurdas tomadas pelo Sr. secretário de turismo, demostrando grande avareza nas suas atitudes a partir do momento que ele impossibilita o trabalho dos pequenos e restringe os ganhos à sua empresa particular. Desde já agradeço a oportunidade e peço encarecidamente que todos lutem juntos pelos direitos iguais e combatam essas situações absurdas e inexplicáveis que ainda ocorrem em nosso país.

CORAGEM MEIA BOCA.

O Prefeito Newton Lima tem coragem para peitar a Justiça no caso dos concursados, mas não tem coragem para demitir o fantasma do Posto de Saúde do Iguape, que tem seis meses que não assombra ninguém por la.

PORTO PESQUEIRO.

Para o sucesso do empreendimento Porto Pesqueiro, é de vital importância que a Bahia Pesca, se livre de elemento nocivo e falsa bandeira, que pode prejudicar o projeto.

VALEU A PENA.

O post sobre reveillon serviu para alguma coisa.

Durante o dia recebi emails e telefonemas de promotores e parceiros de promotores, querendo justificar as suas promoções.

Achei bastante louvável esta iniciativa, pois demonstra que casos passados serviram de exemplos para a melhor programação dos eventos atuais.

Continuo alertando aos consumidores de eventos, que tenham bastante atenção para que escolham o melhor.

PARECER DO CONDEMA.

Senhores,

A única solicitação de Licença Ambiental referente a Pedreira que temos notícia no Conselho de Meio Ambiente, trata-se da Pedreira Iguape, onde após parecer do Conselheiro sorteado, pedi vistas ao processo e emitir o seguinte relatório:

A visita foi realizada no dia 18 de maio de 2009, no local de empreendimento. Trata-se de solicitação de Licença Ambiental de Exploração de uma Jazida Mineral (Gnaisse) onde opera também uma Usina de Britagem para produção de Brita, Gravilhão e Pó de Pedra utilizado na Construção Civil. O empreendimento está localizado na Fazenda Nova Aurora, km 10 da Rodovia 262, no sentido Ilhéus / Uruçuca.

O empreendimento deve atender o que determina o Artigo 225, parágrafos 2º (“Aquele que explorar recursos minerais fica obrigado a recuperar o meio ambiente degradado, de acordo com solução técnica exigida pelo Órgão Público competente, na forma da lei.”) e 4º (“A Floresta Amazônica brasileira, a Mata Atlântica, a Serra do Mar, o Pantanal Mato-Grossense e a Zona Costeira são patrimônio nacional, e sua utilização far-se-á na forma da lei, dentro de condições que assegure a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais.”) da Constituição Federal.

Solicito que seja apresentado além do que foi descrito pelo analista ambiental: 01 – Política Ambiental da Empresa; 2 – Autorização do DNPM para Exploração Mineral; 03 – Relatório de Lavra; 04 – Autorização do Exercito para uso de explosivo; 05 – Plano de fogo; 06 – Plano de Educação Ambiental; 07 – Construção, posse e ata da Comissão Técnica de Garantia Ambiental – CTGA (Decreto Estadual nº 11.235, de 10 de outubro de 2008); 08 – Descrição do Processo Produtivo com Fluxograma; 09 – ART de todos os profissionais responsáveis pelos planos e do Geólogo ou Engenheiro de Minas; 10 – Plano de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA; 11 – Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho – LTCAT; 12 – Estudo de Impacto Ambiental – EIA (Segundo a Lei da Mata Atlântica); 13 – Tombamento da Reserva Legal; 14 – Compensação Ambiental do Empreendimento (Lei 2.399); 15 – Relatórios de Auto Monitoramento; 16 – Plano de Ger
enciamento de Resíduos Sólidos – PGRS; 17 – Plano de Controle Ambiental – PCA; 18 – Roteiro de Caracterização do Empreendimento – RCE, deverá acrescentar informações sobre a Localização Geográfica, Memorial descritivo da Área e Mapas.

Após as considerações, devolvemos o processo para as devidas providências.

Este é o meu relatório e encaminho ao plenário para apreciação e votação.

Ilhéus (Ba), 18 de maio de 2009.

Cid Edson Lima Póvoas
Conselheiro CONDEMA – FAMI

DIRETO DA BAHIA PESCA.

Assinatura Convênios 0091

Construção dos terminais pesqueiros

consagra luta de décadas na Bahia

Com a assinatura do convênio que garante a construção dos dois terminais pesqueiros na Bahia, em Salvador e Ilhéus, o estado entra, finalmente, numa etapa de modernização do seu setor pesqueiro, com potencial de ampliar a sua produção, hoje a terceira maior do país. O convênio foi assinado pelo governador Jaques Wagner, ministro da Pescas e Aqüicultura e Pesca (MAP), Altermir Gregolim, juntamente com o secretário da Agricultura, Roberto Muniz, o presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, e  do superintendente do MAP na Bahia, Marcelino Galo.

As duas obras vão custar aproximadamente R$ 20 milhões, dos quais R$ 10 milhões destinam-se ao terminal em Salvador e o restante para o terminal de Ilhéus. Em Salvador, o terminal ficará localizado na Ribeira, na Enseada dos Tainheiros. Em Ilhéus, o terminal vai ser construído nas  instalações do antigo porto da cidade, localizado  na Enseada do Pontal, próximo à foz do Rio Cachoeira.

Além de destacar o enorme potencial pesqueiro do estado, sendo o de maior extensão litorânea no Brasil, com 1.180 quilômetros,  tanto o governador Jaques Wagner como o ministro da Pesca, Altermir Gregolin, enfatizaram que não era possível se admitir que a Bahia não tivesse terminais pesqueiros. “Hoje, conforme assegurou o presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, se dá um novo passo para a pesca na Bahia”.

A área de abrangência dos dois terminais, além de Salvador e Ilhéus, onde serão construídos,  inclui seis municípios do Litoral Norte; nove municípios da Região Metropolitana; sete municípios no Recôncavo Baiano; a Região do Baixo Sul, com nove municípios; e o Litoral Sul, com os municípios de Maraú e Itacaré, Nessas regiões aproximadamente 30 mil pescadores serão beneficiados diretamente ou indiretamente com as obras, onde se estima que existam atualmente pelo menos 1.800 embarcações de pesca  motorizadas.

Vitória política –  Considerada a maior obra dos últimos anos no setor de pesca na Bahia, a construção dos dois terminais pesqueiros, em Salvador e Ilhéus, cujo convênio foi assinado hoje em Salvador, é antes de tudo uma vitória  de lideranças política e de pescadores de Ilhéus e Salvador. O evento coroa de êxito uma luta de décadas de políticos e pescadores, e  que nos últimos meses ganhou dimensão em Ilhéus, onde os debates públicos foram maiores envolvendo diferentes segmentos da sociedade.

Uma das principais lideranças de Ilhéus, o ex-prefeito e ex-deputado, atual secretário-geral do Partido Progressista na Bahia (PP). Jabes  Ribeiro, não escondia a satisfação, durante a solenidade ocorrida no gabinete do governador Jaques Wagner. Afinal é de Ilhéus, na figura do presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, o comando da Bahia Pesca, empresa vinculada á Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, e responsável pelo projeto.

Na própria solenidade de assinatura, o governador Jaques Wagner se referiu ao trabalho feito por Jabes  e  Isaac  na condução dos dois projetos e da importância que ambos teriam, para o dinamismo e modernização do setor pesqueiro na Bahia. “O importante é que todos  verão que a obra sairá, não mais sendo uma promessa”, disse o governador para as centenas de pescadores presentes ao ato.

Adilson Fonsêca – Jornalista – DRT BA- 969

adilson.fonsêca@bahiapesca.ba.gov.br

POR QUE ?

Quais os motivos que levam a Deputada Ângela Sousa se preocupar com a manutenção da oncologia do Hospital São José?

Cuja clínica oncológica é particular, e não mexer um dedo para a Saúde Pública, que é o seu dever?

MEMÓRIA CURTA E REVEILLON – MUITO CUIDADO NESTA HORA.

fogos_de_artificio-11119Para aqueles que tem memória curta, lembrem-se daquele reveillon da macarronada. Até hoje o processo rola na Justiça.

O promotor do mal fadado evento já se apresenta com outra ‘mega produção’.

Muito cuidado nesta hora, escolha um evento que não lhe dê dor de cabeça ou ressaca por aborrecimento.

O TURISMO EMPACA E A ATIL PERDE O RUMO.

id_18011_massaLuigi Massa depois que assumiu a Atil, se preocupa mais com o que não é da sua conta, mente e deixa o ‘sindicato’ à deriva.

:: LEIA MAIS »

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
dezembro 2009
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia