COMEMORAÇÃO DO DIA!

agendadodia

OS PROBLEMAS DO PORTO SUL, SÃO CRIADOS A PARTIR DA BOLSA DE LONDRES. O AMBIENTALISMO ERA APENAS UMA ‘BATUCADA’.

Desde o começo venho pesquisando, calado, só assuntando.

Se vocês não notaram, toda a argumentação do aparato do gueto do atraso, terminavam sempre em assuntos de preço de minério  de ferro, empresa do Cazaquistão, e coisas que tais.

Pois bem, o interesse é que o minério de ferro não seja exportado, pois as empresas da chamada Eurásia, estão fazendo ‘pontes’ e abrindo portas para investimentos, que se chocam diretamente com interesses dos conservadores europeus, dominados pelas ONGs ditas ambientalistas, que são apenas fachadas para a governança mundial pretendida.

A maioria das matérias e ações produzidas aqui, são encomendadas aos seus títeres e propagadores, pra serem reproduzidas lá. Para coroar essa parafernália me aparece um saltitante ‘especialista’, que passa 15 dias em Caitité, segundo eles, e fica disparando extensos relatório estatísticos e opinativos, bem ao gosto do freguês.

 

Com dívidas milionárias de campanha, aliados recorrem a Dilma

Aliados da presidente Dilma Rousseff que acumularam dívidas milionárias durante esta eleição agora pedem socorro ao comando da campanha da petista para saldar os débitos. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, a lista dos que apelam a Dilma inclui políticos de diversas siglas, como o PT e o PSB de Marina Silva, que concorreu contra a presidente no primeiro turno.

“Devo e não nego, pago quando puder”, diz o governador eleito da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), que está entre os endividados após ter recorrido à equipe da presidente no segundo turno. Os petistas recomendaram a um doador que colaborasse com 2 milhões de reais para a campanha do aliado.

Em São Paulo, o candidato derrotado do PT ao Palácio dos Bandeirantes, Alexandre Padilha, encerrou a corrida com um rombo de 30 milhões de reais nas contas.

Nos dois primeiros meses de campanha, a candidatura de Padilha arrecadou R$ 4,2 milhões, menos de 1/3 do que angariou o governador reeleito, Geraldo Alckmin (PSBD), no mesmo período.

Reeleito para o governo fluminense, o peemedebista Luiz Fernando Pezão também contou com o ministro Moreira Franco (Aviação Civil) como porta-voz junto ao comitê de Dilma para conseguir dinheiro para a campanha. Também no Rio de Janeiro, a deputada estadual eleita Clarissa Garotinho (PR) buscou ajuda da campanha de Dilma para o pai, deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ). Derrotado na disputa ao governo, ele admitiu ter dívida milionária, embora não tenha revelado o valor.

O senador Lindbergh Farias, que também recorreu ao PT na tentativa de quitar suas dívidas de campanha ao governo do Rio de Janeiro, deve 6 milhões de reais. “É muito ruim perder. Os doadores acabam fugindo”, lamenta Lindbergh.

O tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva, revelou ao jornal que a meta agora é saldar dívidas do comitê da própria presidente e preferiu não comentar a situação financeira das candidaturas aliadas. O PT ampliou neste mês em 40 milhões de reais o limite de gastos do comitê para cobrir despesas compartilhadas com os Estados. O teto passou de 298 milhões para 338 milhões de reais.

Até mesmo quem concorreu contra o PT e apoiou os adversários da presidente quer ajuda financeira da campanha de Dilma. José Ivo Sartori (PMDB) é um exemplo. Eleito para o governo do Rio Grande do Sul, ele acumula dívida de 5 milhões de reais. O ex-ministro Eliseu Padilha foi designado comissário em busca de ajuda com o comitê petista. “Pedi dinheiro ao comitê de Dilma até a véspera da eleição”, conta Eliseu.

As prestações de contas finais dos candidatos que não foram ao segundo turno deverão ser entregues à Justiça Eleitoral até a próxima terça-feira (4). Já o prazo dos que disputaram o segundo turno é até o dia 25 de novembro. As dívidas pendentes devem ser assumidas pelos partidos.

(Com informações da Folha de S.Paulo)

Leia mais em: http://zip.net/bvp4Bq

 

ESTA É DE LASCAR, SÓ PODIA SER NO ‘HALLOWEEN’!

Não é que o Corinthians Paulista, construiu um cemitério exclusivo para os manos.

Lá eles tem direito a ser enterrado com uniforme completo, ao som do hino do ‘Timão”.

Em Ilhéus, tem um curintiano vendendo os planos fúnebres,  até agora só vendeu um, o próprio…

curintiano

APRESSADO COME CRU, E AS VEZES NEM COME !

cloudsscroll

Estamos saindo de uma eleição, e já existem conjecturas sobre as posições das nuvens, em 2016.

Falo isso em relação a eleição para Prefeito de Ilhéus.

Gente, ainda faltam 2 anos. Muita coisa pode acontecer, inclusive nada.

De novidade mesmo, nem sei se é novidade, foi o lançamento da candidatura de Lula em 2018, que não teve repercussão alguma, e a candidatura pelo PT de Ilhéus, da Professora Carmelita.

O resto é para encher linguiça, e passar o tempo em 2015.

Durante esse tempo, aqui no blog, vou ficar antenado no que acontece na Bahia e no Brasil.

Fatos políticos de Ilhéus, só se forem importantes para a população.

Prefeito de Ilhéus destaca conclusão do novo código tributário

A modernização do código corresponde a uma medida administrativa voltada para cumprir as determinações da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Segundo o gestor, a ação inclui a atualização de valores e a elaboração de uma nova planta genérica do município.

 

Prefeito Jabes Ribeiro Concede Coletiva à imprensa de Ilhéus-foto Gidelzo Silva Secom-Ilhéus 30.10.14

Prefeito Jabes Ribeiro Concede Coletiva à imprensa de Ilhéus-foto Gidelzo Silva Secom-Ilhéus 30.10.14

O prefeito Jabes Ribeiro, acompanhado do vice, Carlos Machado (Caca Machado), destacou a conclusão do projeto do novo código tributário do município, que deverá ser encaminhado para apreciação da Câmara de Vereadores, a partir da próxima semana. A informação foi concedida durante entrevista coletiva à imprensa, na manhã desta quinta-feira, dia 30, na sala de reunião do Palácio Paranaguá, quando o gestor falou também sobre o resultado das eleições, importância da exclusão de Ilhéus do Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc) e sobre os processos de apuração de irregularidades no Bolsa Família. 

Conforme ressaltou Jabes Ribeiro, a atualização do código tributário corresponde a uma medida administrativa voltada para cumprir as determinações da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Segundo o gestor, o projeto inclui a atualização de valores e a elaboração de uma nova planta genérica. “O novo código não pretende ser abusivo; vamos atualizá-lo, modernizá-lo e torná-lo mais próximo da realidade de Ilhéus” frisou.

Na ocasião, o prefeito voltou a afirmar que considera a reeleição da presidenta Dilma Rousseff e a eleição de Rui Costa ao governo do Estado como fatores importantes para a consolidação dos projetos que vão mudar a realidade econômica, social e cultural de Ilhéus. Para Jabes Ribeiro, a presidenta tem as condições de promover as mudanças que o país precisa, observando o desenvolvimento dos projetos sociais como o Minha Casa Minha Vida, Pronatec, Mais Médicos, Bolsa Família, e estruturantes, a exemplo da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e Porto Sul.

O gestor observou que o povo brasileiro deixou claro que é preciso melhorias nos setores da saúde, educação e segurança. Conforme disse, a vitória de Rui e de Dilma consolidou a linearidade entre as três esferas governamentais (município, governo e estado). “O nosso papel como prefeito é capitalizar tudo isso. Eu pretendo na próxima semana ir à Brasília para dar sequência a várias conversas que já estamos traçando”, informou. “Temos que aproveitar esse momento positivo para botar a cidade para avançar”, atestou.

Ele reiterou que está disposto a lutar para promover a recuperação do município. “Faço o meu papel de ter vencido a eleição para o governo do Estado e para a presidência da República e isso só aumenta a minha responsabilidade para trabalhar mais por Ilhéus”, frisou. Otimista, Jabes ressaltou que a exclusão de Ilhéus do Cauc, uma espécie de Serasa dos municípios, é de extrema importância para a captação de recursos. “No ano passado deixamos de receber R$ 19 milhões e neste ano, R$ 5 milhões, porque estávamos com o nome sujo, e trabalhamos para resolver esta pendência, quitando dívidas herdadas. Afinal não iria adiantar em nada ter apoio no congresso e nos governos estadual e federal, e não ter condições de receber recursos”, considerou.

Bolsa Família – Com relação ao Bolsa Família, o prefeito afirmou que a investigação teve início no ano passado, e após observação dos indícios de irregularidades, a gestão decidiu realizar a auditoria com funcionários.  Os dados de funcionários, ex-funcionários, cônjuges e seus familiares da Prefeitura de Ilhéus que estão sendo fiscalizados, após comprovação dos indícios de irregularidades, serão incluídos numa relação que será enviada para os órgãos competentes e também para a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc), órgão vinculado ao Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (MDS) para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Secretaria de Comunicação Social (Secom) Ilhéus, 30/10/2014

NOTA PÚBLICA DO CENTRO MÉDICO DE ILHÉUS.

POVO QUE QUER MUDANÇAS, PRIMEIRO TEM QUE APRENDER A COBRAR.

O cobrador de fraque.

O cobrador de fraque.

Não sou favorável a tese simplista, da falta de representativa política para região sul da Bahia.

Os votos sufragados e dispersos, foram válidos e elegeram mandatos. Existe sim uma pulverizada representatividade política, irresponsável.

Sim, uns votinhos aqui, outros acolá, encheu a cestinha e tá eleito.

O que é preciso agora é uma cobrança ativa em cima dessas votações. Daqui a 2 anos, vão estar batendo nas suas portas, os cabos eleitorais(lideranças), pedindo votos novamente, até pra eles mesmos quem sabe.

Então, se você não cobrou no mandato de quem você votou, por indicação, pedido, ou sei lá o quê. Tá na hora de perguntar:

- E aí rapaz, aquele candidato que você me pediu o voto, fez o quê?

Comece a exercer a sua cidadania cobrando. É seu direito, a democracia ainda é representativa.

 

Rajoy pede perdão a espanhóis por nomear pessoas “indignas” do cargo

EFE | MADRI28 OUT 2014

O presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy, pediu desculpas nesta terça-feira a todos os espanhóis em nome do Partido Popular (PP), ao qual é filiado, por ter nomeado para alguns cargos públicos pessoas que “não foram dignas” de ocupá-los e que, “aparentemente”, abusaram dos mesmos.

Em uma sessão no Senado espanhol, Rajoy afirmou entender e compartilhar a “indignação e saturação” dos espanhóis diante da sucessão de fatos relacionados com a corrupção.

O presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy, em sessão no Senado nesta terça-feira, em Madri. EFE

 
O presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy, em sessão no Senado nesta terça-feira, em Madri. EFE
 

O chefe do governo se referiu à detenção, na segunda-feira, de cerca de 50 políticos, funcionários e empresários em várias províncias espanholas sob acusações de corrupção em concessões de contratos públicos, na chamada operação “Púnica”.

Durante a sessão parlamentar, foram ouvidas vozes pedindo “renúncia”, procedentes dos bancos da oposição.

Rajoy declarou que o último caso de corrupção conhecido “parece que responde à cobiça pessoal dos funcionários públicos aos quais afeta, e não às organizações políticas às quais pertencem ou pertenciam”.

O político ressaltou que as pessoas que faziam parte de sua legenda, o Partido Popular (PP), e que estão sendo investigadas nesta operação já foram suspensas de atividades de militância e, se as acusações forem confirmadas, serão expulsas.

“Lamento profundamente a situação criada e, em nome do Partido Popular, quero pedir desculpas a todos os espanhóis por ter colocado em postos dos quais não eram dignos os que aparentemente abusaram deles”, acrescentou o chefe do governo.

RUI COSTA, GOVERNADOR ELEITO DA BAHIA, VAI ENXUGAR A MÁQUINA ESTADUAL E CORTAR CARGOS COMISSIONADOS.

Rui cria grupo para preparar mudanças na estrutura de governo

Objetivo é otimizar a gestão, poupar recursos e ampliar investimentos em áreas finstransição

 

Um grupo de trabalho formado por oito servidores técnicos começou a estudar a atual estrutura administrativa do Estado da Bahia para propor ao governador eleito Rui Costa (PT) mudanças no organograma administrativo da máquina estadual. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (29), durante entrevista coletiva com o governador Jaques Wagner e Rui Costa, na Governadoria. A pedido de Rui, os técnicos vão passar duas semanas analisando possíveis fusões, cortes e novas composições na estrutura administrativa do Estado.

 

 “A equipe montará cenários com os prós e os contras, em cima das ideias que pedi. Serão estudos aprofundados para montarmos uma nova estrutura do Estado. Isso vai embasar a minha decisão”, disse Rui ao indicar que secretarias e cargos comissionados devem ser cortados. Ele entende que as mudanças precisam ser feitas até dezembro deste ano. Assim, a partir do dia 1º de janeiro, quando inicia o seu mandato, a gestão já começa a funcionar com uma nova estrutura administrativa, “modernizando o Estado e ganhando tempo”, completou.

:: Leia mais e comente »

Secretaria de Desenvolvimento Social descobre irregularidades no cadastro do Bolsa Família em Ilhéus

A fiscalização teve início em 2013 e identificou famílias com problemas no cadastro. Após a observação dos indícios de irregularidades, a gestão decidiu realizar a auditoria com funcionários.

Secretaria de Assistência Social.

Secretaria de Assistência Social.

 Após a publicação da portaria N.º185/2014, a equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS) está cruzando dados para identificar se há beneficiários que recebem recursos de forma inapropriada do Programa Bolsa Família em Ilhéus.  A fiscalização teve início em 2013 e identificou famílias com problemas no cadastro. Após a observação dos indícios de irregularidades, a gestão decidiu realizar a auditoria com funcionários, que já identificaram mais de mil famílias cujos benefícios estavam com algum tipo de inconsistência.

Após a apuração, foram identificadas algumas contradições em informações apresentadas pelos beneficiários que estão registrados no CadÚnico como, por exemplo, a subdeclaração de renda familiar, onde a renda declarada pelo beneficiário é incompatível com a renda identificada em outros registros do Governo Federal. Outro motivo de incoerência encontrado nessas informações, é o óbito de familiares que, mesmo após o falecimento, ainda continuam na base de dados do CadÚnico.

Os dados de funcionários, ex-funcionários, cônjuges e seus familiares da Prefeitura de Ilhéus que estão sendo fiscalizados, após comprovação dos indícios de irregularidades, serão incluídos numa relação que será enviada para os órgãos competentes e também para a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc), órgão atrelado ao Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (MDS) para que sejam tomadas as medidas cabíveis. As famílias identificadas terão o prazo de 60 dias para realizar a sua defesa.

O secretário de Desenvolvimento Social, Jamil Ocké, afirma que essa ação é obrigatória em todos os municípios, e Ilhéus saiu na frente ao iniciar essa auditoria. “Estamos realizando o encontro desses dados para identificar as famílias que não têm perfil para o programa e incluir novas famílias que realmente precisam receber o benefício”. Ainda de acordo com o gestor, as cinco unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), além da sede secretaria. estão aguardando as pessoas que quiserem fazer o desligamento voluntário do programa. Os Cras de Ilhéus estão localizados no Banco da Vitória, Barra, Olivença, Teotônio Vilela e Nossa Senhora da Vitória.

Secretaria de Comunicação Social (Secom) Ilhéus, 29/10/2014

Dê a sua opinião:

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O DECRETO 8243?

Resultados

Loading ... Loading ...
DÊ A SUA OPINIÃO.

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O DECRETO 8243?

Resultados

Loading ... Loading ...


Arquivos
Agenda
outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031